Partido Colorado

Partido político do Paraguai

Partido político conservador, fundado em 1887, com o nome de Associação Nacional Republicana (ANR), por José Segundo Decoud, que negociara entregar metade do Chaco paraguaio à Bolívia, em 1879. Os dirigentes da ANR tornaram-se donos do país, comprando propriedades das companhias estrangeiras, com a população reduzida à semiescravidão. Seus adversários eram os liberais, que propunham um programa de desenvolvimento econômico, apoiados pelos interesses ingleses e argentinos, enquanto os colorados favoreciam os interesses brasileiros.

Os colorados dominaram a vida política do país durante muitas décadas, incluindo os governos de Alfredo Stroessner e seus sucessores. Em 1991, perderam o controle da prefeitura de Assunção, recuperando-a nas eleições seguintes. Em 1994, foi eleito presidente Juan Carlos Wasmosy e, em 1998, Raúl Cubas Grau, ambos do Partido Colorado.

Depois de 60 anos de vitórias consecutivas para a presidência da república, a sequência de governos do Partido Colorado foi interrompida em 2008 com a eleição de Fernando Lugo, da Aliança Patriótica para Mudança (APC). Lugo sofreu um controvertido processo de impeachment, não completando o mandato. Este hiato de poder presidencial, no entanto, não significou um declínio da força do partido. Os colorados mantiveram o controle de quase 70% das prefeituras paraguaias na última década, além de seus representantes permaneceram em postos-chave do serviço público e de empresas estatais. Nas eleições de 2013, o partido retomou a presidência com Horacio Cartes.